domingo, 1 de maio de 2011

À Minha Mãe

 (poema escrito à minha mãe quando eu tinha 18 anos)

Do teu ventre Mãe
Eu nasci uma criancinha
Com carinho Mãe,
Fizeste-me uma mulherzinha!
Que palavras existem,
Para te agradecer,
Para te dizer que te amo,
Que sou parte de ti,
Que me rio quando ris,
Que canto quando cantas,
Que sofro quando sofres,
Que choro por te ver chorar...
Nunca te sintas só
Querida Mãe,
Neste mundo por lavrar,
Porque enquanto eu viver,
É para te amar!

Sem comentários: