domingo, 14 de agosto de 2011

Sou feita de tecidos estampados e bordada a fios dourados




Já fui julgada e até sacrificada. Já fui elogiada e amada, já estive certa e errada. Já julguei e já condenei, Já me arrependi e pedi desculpa.
Já fiz de tudo um pouco...
Preciso falar o que sinto, se não entendo tenho que questionar, preciso saber e compreender.
Muitas vezes sou mal interpretada, mas que posso fazer se preciso dizer o que vai dentro da minha alma magoada?
Já fui injusta com quem não deveria ser e cruel com quem fez por merecer.
Mas também já fui bondosa, companheira, enfermeira de vidas que desabavam, já curei corações feridos, já juntei comida, carinho e sorrisos para quem não tinha e levei-os ao meio da guerra.
Já fui actriz principal, rainha e anjo e já fui esquecida....
Já fui aquela que sempre ia e depois voltava vazia.
Já acertei, errei, e nem sempre me curei.
Já pedi e implorei.
Já cedi e dei.
Já me culpei e me torturei, tantas vezes que nem sei.
Já corri tanto atrás... mas era tão longe que não consegui chegar...
Já tentei rasgar lembranças, mas a cada passo remexo  no lixo das minhas gavetas  para achá-las!
Sou feita de tecidos estampados e bordada a fios dourados.
Sou assim, e é tudo o que penso de mim.







Sem comentários: