quinta-feira, 6 de outubro de 2011


É preciso a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida para um novo avanço.


Sem comentários: