terça-feira, 8 de novembro de 2011

Há dias que certas estórias encaixam na perfeição

O Velho, o menino e o burro

Vivia no monte um homem muito velho que tinha na sua companhia um neto. Certo dia o velho resolveu descer ao povoado com o seu burro fazendo-se acompanhar do neto. Seguiam a pé, o velho à frente seguido do burro e atrás o neto. Ao passarem por uma povoação logo foram criticados pelos que observavam a sua passagem:

- Olhem aqueles tolos alí, com um burro e vão a pé.

O velho disse ao neto que se montasse no burro e este assim fez. Um pouco mais adiante passaram junto de outras pessoas que logo opinaram:

- O garoto que é forte montado no burro e o velho, coitado, é que vai a pé .

Então o velho mandou descer o neto e montou ele no burro. Andaram um pouco mais até que encontraram novo grupo de pessoas e mais uma vez foram censurados:

- Olhem para isto. A pobre criança a pé e ele repimpado no burro.

Ordenou então o velho ao neto:
- Sobe rapaz, seguimos os dois montados no burro.

O rapaz obedeceu de imediato e continuaram a viagem mas um pouco mais adiante um grupo de pessoas enfrentou-os com indignação:

- Desçam homens cruéis, querem matar o burrinho?

Descendo do burro, disse o velho ao rapaz:
- Desce, continuamos a viagem como começamos. Está visto que não podemos calar a boca ao mundo. Bem feito para nós. Que a gente já faz muito em pensar pela própria cabeça, e ainda quer pensar pela cabeça dos outros. Agora eu sei por que é que meu pai dizia:



Quem quer agradar a todos a si próprio não faz bem!
Pois só faz papel de burro e não agrada a ninguém!

Sem comentários: