domingo, 15 de abril de 2012

Pactos



Pactos: Acho que é isso... Não de sangue nem de nada, que se possa ver ou tocar. Às vezes são silenciosos, mas têm a força de manter as coisas enraizadas. Pactos de eternidade, mesmo quando o destino divide o caminho.... (MM)

Sem comentários: